Futuro do transporte: a era dos veículos autônomos

Home/Transformação Digital/Futuro do transporte: a era dos veículos autônomos

Futuro do transporte: a era dos veículos autônomos

Em alguns anos, espera-se que o segmento logístico se transforme em um ecossistema digital, onde os empregados humanos estejam focados na interpretação dos dados coletados na cadeia de suprimentos e veículos autônomos (AVG), trabalhem na movimentação e entrega das mercadorias aos clientes.

Os AVGs já não são uma novidade dentro dos armazéns. A gigante Amazon possui robôs autônomos realizando os processos de movimentação de mercadorias em seus armazéns. No futuro, caminhões autônomos, sem cabine para motorista, também poderão ser vistos nas ruas, cortando as estradas do país carregados de mercadorias.

Para as empresas de transporte de cargas, este avanço tecnológico resultará em uma grande economia no custo das entregas e em prazos mais curtos. Em um estudo realizado pela PWC no setor de caminhões na União Europeia, os custos com o transporte através do modal caíram quase que pela metade.

Segundo a pesquisa, os custos logísticos de transporte por caminhão cairão em 47% até 2030, em grande parte pela redução da mão de obra. Já os prazos de entrega cairão 40%. Caminhões autônomos poderão viajar nas estradas por 78% do tempo, ao invés da média atual da indústria na Europa, de 29%. Isso porque não haverá interrupções nas viagens para descanso do motorista.

No Brasil, onde mais de 70% das mercadorias são transportadas através das estradas, o uso da tecnologia teria um grande impacto na melhoria dos serviços de entrega e na economia do país. Beneficiando também o consumidor com taxas mais baixas. No entanto, a falta de políticas públicas para a melhoria das estradas poderia retrair parte destes benefícios.

A evolução tecnológica no segmento de entregas afetará toda a cadeia no atual sistema. Não haverá mais a necessidade de caminhoneiros e empresas de agenciamento de carga. O processo de combinar os produtos que serão entregues e os caminhões disponíveis serão totalmente automatizados.

As fabricantes de caminhões também serão impactadas e por isso precisarão reformular seu modelo de negócio para que possam contribuir e acompanhar a transformação na cadeia de suprimentos.

Robôs autônomos nas entregas de curta distância

Muito em breve, os veículos autônomos sairão dos depósitos das empresas e passarão a transformar as relações com os consumidores de maneira mais direta, atendo-os em casa.

A Uber realiza testes em veículos autônomos de transporte de passageiros há alguns anos. No varejo, empresas ao redor do mundo já fazem entrega de pequenos produtos utilizando drones. Em fevereiro deste ano, a FedEx anunciou o desenvolvimento de um dispositivo de entrega autônomo para curta distância.

Com o FedEx SameDay Bot, os varejistas poderão aceitar pedidos de clientes próximos e realizar a entrega dos produtos através de um robô que vai até as residências ou empresas dos clientes no mesmo dia da compra.

O robô da FedEx é projetado para viajar nas calçadas e ao longo das estradas, entregando com segurança remessas menores. Os recursos do Bot incluem tecnologia de segurança para pedestres, além de tecnologia avançada para traçar um caminho seguro e permitir que o robô siga as regras de segurança e de trânsito. O robô é alimentado por bateria, o que evita a emissão de gases poluentes.

Soluções tecnológicas GTP Automation para empresas

O 2D-Inventory é uma ferramenta criada para realizar tarefas de inventário de forma rápida, precisa e sem intervenção humana. AGVs são equipados com um sistema de navegação baseados em sensores RTLS aéreos e mapa digitalizado do armazém.

As coordenadas de navegação são precisas e executadas de forma autônoma por um script no servidor. Os dados de coleta são enviados diretamente ao servidor para análise e confrontação com as posições de estoque.

O resultado é enviado ao usuário em tempo real para acompanhamento e auditoria em caso de necessidade. Este sistema reconhece etiquetas de Código de Barras, QR Code, RFID e também fazer a leitura volumétrica com sensores IR e US.

O 3D-Inventory é uma ferramenta revolucionária na realização de inventários executada por um DRONE com comandos de navegação baseados em sensores RTLS aéreos e num mapa digitalizado do armazém. Estes elementos conferem ao DRONE o poder de efetuar sobrevoos no armazém de forma totalmente autônoma sem a intervenção humana.

Além dessas características o DRONE pode reconhecer etiquetas de Código de Barras, QR Code, RFID e também fazer a leitura volumétrica. Desta forma os inventários são precisos e realizados com uma rapidez impressionante, quebrando desta forma regras e paradigmas de inovação até então presentes numa atividade totalmente repetitiva e dispendiosa.

Benefícios proporcionados com a utilização dos drones na gestão do inventário:

• Coleta de dados através de leitura de RFID, código de barras, QR Code ou leitura volumétrica;
• Balanço realizado em poucas horas, sem necessidade de recontagem;
• Relatório com 100% de acuracidade;
• Não há necessidades de muitas pessoas para realizar o balanço;
• Baixo custo para realização do balanço.

Os sistemas RFID conferem aos produtos identidade e rastreabilidade desde a origem até o cliente final, transformando-se num aliado inestimável de controle e gestão com governança. A GTP desenvolve e opera sistemas RFID há mais de 15 anos e dispõe de uma oferta única na modalidade SaaS (Saving as a Service).

Etiquetas inteligentes, tags, leitores, antenas, concentradores, portais e todos os demais componentes são oferecidos sem nenhum custo de implantação sendo cobrados de acordo com o retorno obtido pela operação. Somente a GTP tem a confiança de oferecer este produto nesta modalidade no mercado.

Leve a transformação digital da logística para a sua empresa! Clique aqui para entrar em contato, nossos consultores estão lhe aguardando!

Referência: Supply Chain 247

Por | 2019-03-21T09:03:48+00:00 21/03/2019|Categories: Transformação Digital|Tags: , , |Comentários desativados em Futuro do transporte: a era dos veículos autônomos

About the Author:

Marcus Vinicius Rocha
Marcus Vinicius Rocha é jornalista formado pela Faculdade Estácio de Sá. Radialista formado pelo Centro Técnico Vasco Coutinho e Produtor de Conteúdo.